As Maravilhas de Antigua

Houve um dia em que Antigua foi a mais opulenta do império espanhola na América Latina. Em meados do século XVIII contava com cerca de sessenta mil habitantes, quase o dobro da sua atual população. Mas as coisas não correram bem a Antigua e o declínio veio, inevitável. E depois, no dia 29 de Julho de 1773, a terra tremeu.  Grande parte da cidade fui destruída pelo abalo sísmico e a capital foi mudada para o local onde hoje se encontra a Cidade de Guatemala.

Talvez se tenha pensado que a antiga capital, que entretanto em conformidade ganhou o nome pela qual a conhecemos, morreria. Mas aos poucos ganhou de volta alguma da sua vida e hoje é um fervilhante pólo de atração turística. Durante todo o ano ali acorrem viajantes vindos de todo o mundo e aos fins-de-semana são os guatemaltecos que vêm, sobretudo da grande capital que dista apenas 40 km.

Antigua hoje

Como seria de esperar a cidade foi construida com uma planta de quadricula, ruas paralelas e perpendiculares, formam uma figura geométrica. Nas suas vias encontramos centenas de edíficios da era colonial e, a espaços, velhas ruínas, sobretudo de igrejas, fruto do grande terramoto de Santa Marta, assim chamado por ter ocorrido no dia de festividades daquela santa.
Todo este cenário é conservado em excelentes condições e foi classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

História Antigua

O ambiente é fantástico. A segurança é quase total e, apesar da crença generalizada de que a Guatemala é um país perigoso, o turista pode explorar Antigua sem receio, mesmo depois do fim do dia. Quanto mais próximo do centro, marcado pela praça principal, mais a cidade é vocacionada para o visitante. Por ali existem dezenas ou mesmo centenas de restaurantes, bares e cafés. De todos os estilos e para todos os gostos.

O visitante poderá simplesmente caminhar durante dias pelas ruas de Antigua, observando as belas fachadas, sem nunca se enfastiar. Há sempre um novo detalhe, uma côr diferente, um café a experimentar.  Mas há alguns pontos que merecem um especial destaque.

A Destacar

O Parque Central é o epicentro de Antigua. Localizado, como o nome indica, bem no meio da cidade, é o coração da vida social, o ponto onde as pessoas acorrem em maior número para conviver observar os outros. Ali se encontra a câmara municipal, a catedral e os edíficios mais imponentes dos tempos coloniais.

Cidade Antigua

O Cerro da Cruz, outrora um pouco perigoso, é hoje um ponto que se recomenda. A segurança é assegurada pela polícia de turismo e do seu topo, onde se chega após uma breve mas ingreme caminhada, tem-se uma vista espantosa sobre a cidade, com o impressionante vulcão a servir de pano de fundo.

O mercado é um festival de cor e de actividade, e ali se podem comprar frutas e verduras a excelentes preços e com a qualidade orgância que não se encontra nos supermercados modernos. Vale a pena explorar, almoçar por lá, gastar algum dinheiro… mas sempre com atenção ao carteirista, único perigo por estas paragens.

Mercado Antigua

E há o Arco de Santa Catalina, certamente o local mais fotografado de Antigua e referência constante na cidade. Há várias formas de o fotografar, mas incluir totalmente o vulcão sob o enquadramento do arco é a mais espetacular.

Fora de Antigua

Se dispõe de dias suficientes, pode mesmo realizar alguns passeios para fora de Antigua. Os que estão em boa forma física podem procurar uma agência local para uma escalada até ao topo de um dos vulcões que se encontram em redor de Antigua.

O Lago de Atitlán é muito procurado. Apesar do seu considerável diâmetro, a cidadezinha de Panajachel é ideal como ponto de partida para uma atitividade por estas paragens. Pode chegar com facilidade tomando um transporte em Antigua.

Talvez o passeio mais interessante seja uma ida ao mercado de Chichicastenango, que se realiza às Quintas-feiras e aos Domingos – na realidade, também existe nos outros dias, mas não de forma tão grandiosa . É um pouco complicado chegar até lá, sendo necessário mudar de transporte em Chimaltenango. Mas vale a pena.  Chichicastenango é uma aldeia de montanha e as pessoas por lá são quase todas indígenas e falam a língua Quechua. É um ambiente muito especial, diferente do que se encontra na maioria da América Central.

Aspetos Práticos

Pode-se chegar a Antígua usando transportes públicos, a partir da Cidade de Guatemala. Mas não é simples e a grande urbe é algo perigosa, pelo que será melhor encontrar um transporte privado para o levar até Antigua.

Para chegar até à capital o país poderá encontrar no buscador de voos Rumbo as soluções mais econômicas para a Cidade de Guatemala.

Quanto à melhor altura do ano, o período de Janeiro a Março recomenda-se, sendo época seca e com temperaturas amenas.

 

Pesquisar Destinos

 

você pode gostar também